Jardins e Relacionamentos

Pessoas são como jardins, cada uma cultiva suas flores e seus tipos de grama, assim como suas ervas daninhas com as quais tem que lidar, nos acostumamos a cuidar do nosso jardim, e procuramos deixá-lo sempre o mais agradável para que os outros se sintam bem ao entrar neles. Alguns jardins trazem paz, outros jardins trazem alegria, mas todos embelezam o mundo à sua maneira.

Quando temos um relacionamento trocamos nossos jardins e isso é um problema, pois não conhecemos as plantas, a rega e o poder das suas ervas daninhas. Sabemos cuidar daquilo que conhecemos, mas nos deparamos com um novo universo. Todo jardim precisa de cuidados, mas que cuidados devemos prestar? Como cultivar as plantas que ali estão? Como saber o que simplesmente não faz parte do jardim? Como cuidar sem retirar uma linda flor que nasce e não cultivar uma erva daninha? Acho que essa é a dúvida de todo casal, porém claro que sempre procuramos cuidar do jardim alheio da melhor maneira possível.

Trazemos novas flores, regamos à nossa maneira. Deveríamos perguntar e conversar sobre o que há de mais importante em nossos jardins pessoais, afinal de contas mesmo com outro cuidando passamos mais tempo nele que qualquer outra pessoa e temos que estar confortáveis. Por isso é necessário muito cuidado. Não descaracterize o jardim do outro, ou quando o parceiro perceber que aquele lugar não faz mais parte dele, ele não hesitará em tomar novamente a administração para si e recultivará seu jardim.

Foto0017

Não mate as flores que já estavam lá e não plante tantas flores diferentes, ou você vai descaracterizar o jardim pelo qual se apaixonou e ele não vai mais exalar o mesmo perfume, nem pousarão nele os mesmos passarinhos. Até que quando menos perceber não estará mais naquele jardim que tanto amava. Estará sozinho novamente cuidando do que se transformou no seu próprio jardim.

Nenhuma paisagem é igual à outra, cada uma tem a sua beleza, sinta que o outro se encanta com o jardim que está construindo. Pergunte quando tiver dúvidas do que plantar, traga novas flores, mas também as receba com alegria, isso é aprendizado. Apenas não cuide tanto do jardim alheio a ponto de esquecer que no final do dia vai voltar para um lugar que também precisa estar tão bonito quanto o lugar que você preparou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s